ParanáPolícia

Acusado de matar família em Pinhais é preso em Foz do Iguaçu; crime bárbaro aconteceu em 2016

Suspeito de um quádruplo homicídio foi preso, nesta terça-feira (26), no Jardim Califórnia, em Foz do Iguaçu. O crime aconteceu há quase três anos, em março de 2016, no município de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Um casal e duas crianças gêmeas foram executadas a golpes de enxada.

Investigadores do Grupo de Diligências Especiais (GDE), da 6ª Subdivisão Policial (SDP) de Foz do Iguaçu, fizeram a prisão de Emerson dos Santos Simplício, de 47 anos. Segundo os policiais, ele estava na casa de familiares e não resistiu à prisão. O acusado foi apresentado na delegacia e será encaminhado à Cadeia Pública Laudemir Neves. Cabe agora à Vara de Execuções Penais pedir a transferência do preso para o município onde aconteceu a chacina.

O crime

Simplício é acusado de matar a ex-companheira, Lindalva dos Santos, 47 anos, o atual marido dela, Paulo Roberto Rodrigues Fuiza, 54 anos, e as duas filhas dela, as gêmeas Camile e Nicole dos Santos, de seis anos. O crime, com requintes de crueldade, aconteceu em Pinhais, no dia 16 de março de 2016, na Rua Jerônimo Mendes dos Santos, na Vila Maria Antonieta.

Segundo relatos, o chefe de Paulo Roberto estranhou o fato do funcionário ter faltado ao trabalho por três dias e foi até sua casa. Quando chegou ao local, encontrou o homem morto e uma mulher caída ao lado da cama. No quarto havia uma enxada ensanguentada. Na sequência, a Polícia Militar (PM) localizou os corpos das duas crianças. Na época a Polícia Civil relatou que os quatro corpos estavam em avançado estado de decomposição, o que pode apontava que eles tinham sido assassinados há vários dias.

Durante a investigação foi pedida a quebra de sigilo telefônico do suspeito, que apontou que ele esteve no local da chacina, no mesmo horário das mortes.

 

 

Massa News

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.