Polícia

Adolescentes se inspiram em filme para ‘aprontar’ em shopping de Curitiba e acabam apreendidos

Cinco adolescentes, três meninos e duas meninas, foram apreendidos em flagrantes pela Guarda Municipal (GM) após furtarem quatro lojas em um shopping no Centro de Curitiba, na tarde deste domingo (20). O crime foi cometido sob a inspiração do filme Bling Ring, a Gangue de Hollywood, uma vez que os infratores tinham dinheiro para pagar pela mercadoria.

O guarda municipal Joaquim Silva, que participou da apreensão dos garotos, contou que a equipe foi acionada por volta das 18h10. “Recebemos a informação sobre o furto em quatro lojas do shopping. Os adolescentes foram fazendo a limpa e colocando os produtos nas bolsas . Todos foram levados à Delegacia do Adolescente e os pais ficaram surpresos com o que havia acontecido”, descreveu.

Os adolescentes são de classe média e confirmaram a equipe da GM que se inspiraram no filme norte-americano. “Se encorajaram e foram ao shopping, para fazer a mesma coisa”, concluiu.

Entenda o filme: Bling Ring, a Gangue de Hollywood

“A Gangue de Hollywood” é a história de uma quadrilha de adolescentes fascinados pela fama que se especializa em roubos a casas de celebridades. As vítimas são artistas como o DJ Paul Oakenfold, a atriz Lindsay Lohan, o ator Shia Labeouf e a socialite Paris Hilton.

Embora os personagens do filme tenham recebidos outros nomes, o filme é sobre Nick Purgo, Rachel Lee, Courtney Ames e as meias-irmãs Alexis Neiers e Tess Taylor, que foram julgados e detidos em 2010. Alexis e Tess se preparavam para a “fama” com a estreia do piloto de um reality show sobre o dia-a-dia festeiro e de muita mordomia no subúrbio rico de Los Angeles (“Pretty Wild”, que acabou indo ao ar apenas uma temporada), quando a polícia bateu em sua porta.

Os roubos aconteceram entre outubro de 2008 e agosto de 2009. Foram, no total, US$ 3 milhões em joias, dinheiro e objetos de grife – principalmente objetos de grife. Sapatos, bolsas, make-up, perfumes e lingeries de marcas como Chanel, Tiffany e Yves Saint Laurent eram o foco dos roubos. O dinheiro em espécie era gasto nos mesmos lugares luxuosos que as celebridades frequentavam – tudo devidamente postado e registrado nas redes sociais.

Afinal, por qual razão eles invadiam e roubavam as mansões? Em busca dessa resposta, a jornalista da revista “Vanity Fair”, Nancy Jo Sales, fez uma matéria com os adolescentes, publicou o livro “Bling Ring” mais tarde, que serviu de base para a adaptação de Sofia Coppola. Ricos, jovens e bonitos, os criminosos buscavam emular a vida de famoso, levando o culto e o desejo de alcançar a fama ao extremo.

Eles acessavam o site “TMZ”, pesquisavam o endereço das celebridades no site celebrityaddressaerial.com e planejavam a invasão. No caso de Paris Hilton foi fácil. A socialite guardava a chave de casa debaixo do tapete.

 

Banda B- 21/01/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.