Brasil

Ano difícil força marcas a fecharem lojas

O ano tem sido difícil para o varejo. Em agosto, o segmento acumulou queda nas vendas de 6,9% na comparação com o mesmo mês de 2014, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A retração de 0,9% ante julho foi a maior para o mês desde 2000.

O recuo nas vendas do comércio varejista reflete retrações em sete das oito atividades analisadas pelo IBGE, com destaque para o setor móveis e eletrodomésticos (-18,6%); tecidos, vestuário e calçados (-13,7%) e de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-4,8%).

Como resposta aos maus resultados, algumas lojas fecharam pontos de vendas pelo país. Na semana passada, a Via Varejo, empresa que administra a Ponto Frio e Casas Bahia, informou que decidiu encerrar as operações de 31 lojas consideradas deficitárias (28 da Ponto Frio e 3 da Casas Bahia).

Gazeta do Povo

 

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.