Paraná

Após três dias com pronto-socorro fechado, Evangélico reabre para emergências

O pronto-socorro do Hospital Evangélico, em Curitiba, voltou a atender casos emergenciais na manhã desta segunda-feira (7). O fechamento ocorreu no fim da tarde de sexta-feira passada (4) e dado em primeira mão pela Banda B. A administração do hospital confirmou o fechamento da emergência por falta de materiais e alegou crise financeira. A diretoria do Evangélico não dará entrevistas à imprensa por estar empenhada na reabertura do pronto-socorro. Há dois meses, o hospital também fechou as portas por falta de materiais.

Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), que atendem ocorrências de trânsito e violência urbana, assim como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com casos clínicos, receberam ordem para não encaminhar vítimas até o Evangélico.

A informação, confirmada mais tarde pela assessoria, é que o hospital estava sem suprimentos e estoques de insumos (materiais e medicamentos). Apenas setores emergenciais da maternidade seguiu  atendimento normal, assim como a ala de queimados, onde é referência no Estado.

O hospital é mantido com recursos públicos do Sistema Único de Saúde (SUS) de repasses feitos pela Prefeitura de Curitiba. Na sexta-feira, a Prefeitura informou que os repasses estão em dia, mesmo assim fará o possível para buscar novos repasses à instituição.

Nota 

Por meio de nota à imprensa, o Hospital Evangélico se manifestou sobre o fechamento e a reabertura do pronto-socorro, nesta manhã.

“O Hospital Evangélico de Curitiba comunica que hoje (07) retomou as atividades do Pronto Socorro. A difícil situação econômico-financeira que o Hospital está passando foi motivo da Intervenção proposta pelo Ministério Público do Trabalho e acolhida pelo juízo do Trabalho, com uma gestão com fortes medidas de controle de custos.

Entretanto, frente à pressão financeira causada pelas dívidas passadas, também há a necessidade de um aumento na receita do Hospital. Neste sentido, tratativas com o Poder Púbico Municipal, Estadual e Federal já estão em andamento.

Vale ressaltar que o Hospital, ao longo de sua história, está totalmente vocacionado para o atendimento aos usuários do SUS de Curitiba e Região Metropolitana. Atualmente, 95% do seu atendimento está direcionado para este público e todos os esforços da Intervenção e da Diretoria têm sido para manter esta prioridade”, finaliza a nota, na íntegra.

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.