Araucária

Araucária vai elaborar um Plano de Mobilidade

PlanMob-700x495Planejar o deslocamento de pessoas, bens e veículos pela cidade de forma organizada e de acordo com as reais necessidades da população. Esse é o objetivo do Plano de Mobilidade de Araucária (PlanMob), que será desenvolvido pela Prefeitura por meio da empresa Vertrag Arquitetura e Urbanismo, contratada por licitação ao custo de R$ 363.353,06 com recursos do Ministério das Cidades.

Com o PlanMob, a ideia é garantir o acesso democrático aos espaços urbanos e a serviços essenciais, como saúde, educação, lazer e trabalho. A elaboração do documento acontecerá em quatro fases: mobilização e levantamento de informações; diagnóstico e prognóstico; elaboração de propostas; e elaboração de minutas de lei. A previsão é concluir o trabalho em até sete meses.

Para subsidiar a busca de informações que contribuam com o PlanMob e pensando na importância da integração intermunicipal, a Prefeitura de Araucária solicitou a participação de representantes de Curitiba e Região Metropolitana. Ao longo da elaboração do documento, a população será convocada a participar de consultas e audiências públicas e, nos próximos dias, será convidada a responder um questionário sobre o tema.

Mobilidade urbana

A mobilidade urbana é o deslocamento de pessoas e cargas pela cidade com a integração entre os diferentes meios de transporte (motorizado e não motorizado, coletivo e individual, público e privado) e a utilização de toda a infraestrutura urbana (vias, estacionamentos, pontos de embarque e desembarque, sinalização, etc). Uma boa mobilidade proporciona deslocamentos seguros, confortáveis, inclusivos (para pessoas com dificuldade de locomoção) e em tempo razoável.

“Ao falar de mobilidade urbana é importante pensar em sustentabilidade e priorizar o transporte não motorizado, coletivo e público, incentivando a troca do carro pelo deslocamento a pé, de bicicleta e de ônibus”, explica a coordenadora do Plano de Mobilidade de Araucária, a arquiteta e urbanista Natália Cabrita, da Secretaria de Planejamento da Prefeitura.

O Plano de Mobilidade deve ser integrado ao Plano Diretor e tornou-se obrigatório pela Política Nacional de Mobilidade Urbana (lei nº 12587/2012) para os municípios com mais de 20 mil habitantes, que ficam impedidos de receber recursos federais destinados à mobilidade urbana até que cumpram as exigências da lei.

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.