ParanáPolícia

Cachorro fareja e encontra bebê de três dias morto em terreno baldio

Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento – BandaB

 

 

Um bebê recém-nascido, do sexo masculino e de aproximadamente três dias, foi localizado morto na manhã desta quarta-feira (17) na Rua Howell Lewis Fry, no bairro Cachoeira, limite de Curitiba com Almirante Tamandaré. O caso revoltou os moradores da região, que não têm pistas de quem foi o (a) responsável por deixar o corpo ali.

terreno

Corpo de bebê foi localizado em terreno baldio (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um pai que havia deixado o filho na escola foi quem encontrou o corpo, após um de seus cães farejar no terreno baldio. “Fiquei revoltado com o que aconteceu. Eu notei que havia um coágulo de sangue nas costas dele. O bebê estava com uma coberta e embaixo de uma caixa de sapato”, descreveu à Banda B o homem que acionou a Polícia Militar (PM).

No local, moradores demonstravam revolta com o que aconteceu. “Eu comecei a chorar, porque sou mãe de recém-nascido. Como pode os pais terem feito isso? Porque não é só mãe, tem o pai também”, lembrou uma moradora.

Outra falou que sua cadela tem mais sentimento que os pais da criança. “Ela perdeu os filhotes recentemente e até hoje não consegue ir até o berço. É lamentável saber que fizeram isso com um lindo bebê”, descreveu.

O corpo do bebê foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A Delegacia de Almirante Tamandaré investiga o caso.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.