Polícia

Câmera flagrou motorista em alta velocidade e na contramão antes de acidente que matou menino de 13 anos, prensado na RMC

A polícia acredita que, antes de provocar o acidente que matou Kaledy Enzo Eltermann Gonçalves, de 13 anos, o motorista estava em alta velocidade e na contramão. A informação foi passada pelo delegado Gabriel Fontana, de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que investiga o acidente. Uma imagem de uma câmera de segurança corrobora com isso. Veja o vídeo abaixo.

O menino brincava com a bicicleta que tinha acabado de ganhar de presente de Natal, no domingo (24), e não teve sequer chances de ser socorrido. O carro que o atingiu estava estacionado e foi atingido por outro veículo. 

Segundo o delegado, as equipes descobriram que, antes de provocar o acidente, o motorista passou por uma lombada em alta velocidade.

“A equipe da delegacia saiu em diligências, levantou câmeras de vigilância que revelaram que o veículo conduzido pelo autor dos fatos estava em alta velocidade e na contramão da direção, quando veio a pular uma lombada, perdeu o controle do veículo, colidiu contra outro veículo estacionado e esse veículo foi arremessado a frente e acabou prensando uma criança em um poste de energia. A criança brincava com a bicicleta”disse Gabriel Fontana, delegado.

Veja o vídeo da câmera de segurança abaixo:

No local, pessoas se revoltaram com o acidente e agrediram o motorista, que, segundo quem testemunhou, tinha sinais de embriaguez. Apesar disso, como precisou ser socorrido, não passou pelo teste do bafômetro.

O motorista também foi atingido por golpes de facão, mas ninguém soube dizer por quem. Ele foi levado em estado grave ao Hospital do Trabalhador, em Curitiba, onde morreu na tarde de terça-feira (26)

O delegado disse que testemunhas ouvidas na delegacia confirmaram a alta velocidade. E também o fato de estar na contramão. Mas não foi possível confirmar o consumo de bebida alcoólica.

“Com a força do impacto, o poste de energia veio a cair na rua. Também ouvidas na delegacia, testemunhas corroboram a informação que o veículo estava  em alta velocidade e na contramão da direção. Até o momento não se tem informações acerca de o autor ter ingerido ou não bebida alcoólica momentos antes do acidente”. 

Homicídio doloso

A partir das imagens e das informações que a Polícia Civil conseguiu, a equipe de investigação trabalha com a hipótese de homicídio doloso. Uma perícia técnica deve ser feita no carro também, para saber a velocidade exata que o motorista trafegava, bem como se houve eventual falha mecânica, seja no freio ou na barra de direção.

A informação da morte do motorista foi confirmada à Banda B pela Secretaria de Saúde do Paraná (SESA), responsável pela administração da instituição. Como o motorista morreu, a lei prevê que é possível que seja reconhecida a extinção de sua punibilidade, mas a Polícia Civil ainda não se manifestou sobre isso.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.