Brasil

Caminhoneiros avaliam paralisação no dia 1º de novembro caso Bolsonaro não atenda demandas da categoria

Após assembleia no Rio de Janeiro, no último sábado (16), os caminhoneiros declararam estado de greve e afirmaram que se em 15 dias o presidente Jair Bolsonaro não atender as reinvidicações da categoria eles irão iniciar uma paralisação no dia 1° de novembro. Quem irá comandar o diálogo com o governo será a Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, liderada pelo deputado federal Nereu Crispim, do PSL.

“A Frente Parlamentar tem ouvido a categoria desde que foi instituída em 2019 e se propõe a atender suas demandas e amenizar esta situação, entendemos que os trabalhadores têm seus direitos que precisam ser atendidos”, afirmou.

“A situação é que nenhuma das reinvidicações acordadas na ocasião da paralisação de 2018 foram atendidas e, com essa política exorbitante de preços dos derivados do petróleo, o país está à beira de um colapso causando miséria e fome à população. Esperamos que através de conversações amigáveis consigamos chegar a um acordo com o Governo Federal”, acrescentou. 

O 2º Encontro Nacional dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas ocorreu no Américas Granada Hotel no Rio de Janeiro neste sábado, e foi organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e pela Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava). O evento também contou com a presença de Sindicatos, Cooperativas e Federações de todo o país.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.