Polícia

Cinco pessoas são presas com 240 quilos de cocaína em Curitiba e RMC; a droga era armazenada em uma chácara de Araucária

Cinco pessoas foram presas e 240 quilos de cocaína apreendidos em Curitiba e RMC nesta quarta-feira (5). A informação foi divulgada pela polícia civil na manhã desta quinta-feira (6).

O quinteto é investigado pela participação em uma organização criminosa responsável por abastecer usuários de drogas da capital e cidades próximas. São quatro homens, de 30 a 38 anos de idade, e uma mulher, de 30.

Com exceção dela, todos têm antecedentes criminais, conforme informações da polícia civil, por diversos tipos de crimes, como tráfico de drogas apurado pela Polícia Federal, receptação e posse ilegal de arma de fogo.

Equipes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) acompanham a movimentação dos suspeitos há algum tempo, como conta o delegado Guilherme Maurício Wall, da Polícia Civil do Paraná (PCPR).“Passamos a acompanhar ontem [quarta, 5] um veículo que saiu da RMC, em uma chácara em Araucária, passando por Pinhais, Colombo – onde foi realizada a entrega de 40 tabletes de pasta base. Posteriormente, voltou a Pinhais e depois se dirigiu a uma revenda de veículos em Curitiba”, relata.

Segundo Wall, o ocupante do veículo, que tem alerta de roubo, foi abordado no local, assim como outras pessoas que estavam no estabelecimento. Também foi apreendida uma arma de fogo e dois automóveis Mercedes. “A equipe acabou retornando para a chácara em Pinhais, onde foram localizados mais 235 tabletes de cloridrato de cocaína, totalizando 240 quilos dessa substância.”

O delegado revela que a venda da droga renderia um valor estimado em mais de R$ 25 milhões no mercado.

O esquema

Uma das pessoas presas era responsável pelo cuidado da cocaína no local onde era armazenada e as outras eram diretamente ligadas à venda da substância em Curitiba e nas cidades da região metropolitana.

“A investigação continua, no sentido de apontar mais envolvidos e lideranças, que obtêm um lucro maior com a venda dessas substâncias”, afirma o delegado Wall.

Com informações da Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.