Brasil

Corpo de noivo de curitibana é reconhecido em Brumadinho, mas ela continua desaparecida

O corpo do arquiteto Luiz Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, foi reconhecido na manhã desta quarta (30) pela mãe Helena Taliberti, em Belo Horizonte (MG). A noiva dele, a curitibana Fernanda Damian de Almeida, que estava grávida de 5 meses, o pai de Luiz, o empresário Adriano Ribeiro da Silva, de 61 anos, a madrasta Maria Lurdes da Costa Bueno, de 59, e a irmã Camila Taliberti Ribeiro da Silva, de 33 anos, continuam desaparecidos após o rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão da Vale, na sexta (25), em Brumadinho (MG). Até agora, 84 pessoas foram encontradas mortas e 276 estão desaparecidas.  A família de Silva estava hospedada na pousada Nova Estância, que foi destruída e foram para lá para comnhecer o Museu Inhontin.

O corpo de Luiz será cremado em Belo Horizonte. O horário ainda não foi divulgado.

 

 

 

Bem Paraná- 31/01/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.