Brasil

Corpo de noivo de curitibana é reconhecido em Brumadinho, mas ela continua desaparecida

O corpo do arquiteto Luiz Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, foi reconhecido na manhã desta quarta (30) pela mãe Helena Taliberti, em Belo Horizonte (MG). A noiva dele, a curitibana Fernanda Damian de Almeida, que estava grávida de 5 meses, o pai de Luiz, o empresário Adriano Ribeiro da Silva, de 61 anos, a madrasta Maria Lurdes da Costa Bueno, de 59, e a irmã Camila Taliberti Ribeiro da Silva, de 33 anos, continuam desaparecidos após o rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão da Vale, na sexta (25), em Brumadinho (MG). Até agora, 84 pessoas foram encontradas mortas e 276 estão desaparecidas.  A família de Silva estava hospedada na pousada Nova Estância, que foi destruída e foram para lá para comnhecer o Museu Inhontin.

O corpo de Luiz será cremado em Belo Horizonte. O horário ainda não foi divulgado.

 

 

 

Bem Paraná- 31/01/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.