Paraná

Curitiba reajusta tarifa técnica do transporte coletivo em R$ 0,06

A tarifa técnica do transporte coletivo de Curitiba está mais cara. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Município nessa quarta-feira (16). Os R$ 3,21 anteriores passaram para R$ 3,27, aumento de R$ 0,06. A medida é retroativa, com validade a partir de 1.º de dezembro deste ano, até 26 de fevereiro de 2016, quando termina o período tarifário vigente. O reajuste da tarifa técnica não representará aumento do preço da passagem paga pelos usuários – que é de R$ 3,30 – neste momento, porém, a Urbs já declarou que estuda o reajuste.

Com a mudança, a Urbs, que administra o sistema, deve repassar R$ 85.470 a mais para as empresas, por mês. As empresas devem receber o valor reajustado partir desta quinta-feira (17). Nos próximos dias deve ser feito o pagamento do retroativo, referente ao período entre os dias 1.º e 16 de dezembro, segundo a assessoria da Urbs.

O reajuste atende a decisão judicial, que determinou a suspensão do desconto realizado pelo município, por considerar que as empresas não atingiam os critérios de qualidade ao não renovar a frota de veículos.

Em nota, a Urbs ressalta que a medida atende decisão liminar, que “não questionou o mérito do desconto, e tão somente entendeu que as empresas deveriam ter mais tempo para se manifestar quanto à retirada da amortização da frota vencida”.

O Setransp também se manifestou. O sindicato considera que “a Justiça apenas reconheceu que o desconto promovido pela Urbs quanto à falta de renovação de frota não observou todos os trâmites de defesa das empresas e, por isso, corrigiu essa distorção”.

A Urbs já recorreu da decisão.

 

G1

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.