ParanáPolícia

Delegacia na RMC enfrenta surto de sarna e situação ameaça vizinhos

A delegacia de São José dos Pinhais enfrenta surto de sarna nas dependências da sua carceragem. A Vigilância Sanitária foi chamada para vistoriar o local e constatou o perigo de contágio biológico para fora do edifício, o que coloca em risco a vizinhança do distrito. O Conselho da Comunidade de São José dos Pinhais providenciou a compra de medicamentos contra o parasita, mas, segundo a Vigilância, os remédios não vão resolver o problema já que o ácaro que provoca a doença está nas paredes do prédio.

A DP tem capacidade para abrigar oito presos, mas no começo da semana estava com 55 detentos. Após denúncia do Conselho de São José dos Pinhais e do Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba – Órgão da Execução Penal sobre a superlotação, nesta sexta-feira (1º) foram transferidos 12 presos. A DP ainda abriga cerca de 40 detentos.

“A situação é gravíssima na delegacia. Os presos estão abrigados em condições desumanas. Todos estão com coceiras e bolhas pelo corpo. É uma questão de saúde pública. Agentes, policiais e moradores vizinhos podem ser afetados pelo problema”, afirma Isabel Kluger Mendes, presidente do Conselho da Comunidade.

A carceragem da delegacia de São José dos Pinhais está interditada há dois anos, mas continuou a manter e receber presos. Após a vistoria desta sexta, a Vigilância decidiu interditar todo o prédio.

Não é a primeira vez…

Esta, inclusive, não é a primeira vez que a carceragem enfrenta esse tipo de problema.Em abril de 2014, uma vistoria da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PR revelou que o local, além de comportar quatro vezes mais detentos do que poderia (haviam 110 pessoas no local então), apresentava muitos presos com doenças de pele, como sarna, furúnculos e icterícia, além de alguns apresentarem princípio de pneumonia.

Isabel Kugler Mendes, vice-presidente da Comissão da OAB na época, chegou a afirmar que a situação era “deprimente” e que os problemas de saúde eram agravados pela chuva, que escorre dentro das celas.

 

 

Bem Paraná- 02/02/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.