Araucária

Demanda para EJA de Araucária é alta e o atendimento baixo, diz SISMMAR

semtem_ejawebDiferente da educação até os 17 anos de idade, o público de EJA precisa ser mobilizado para voltar às salas de aula e ter proposta curricular que dialogue com suas possibilidades e necessidades

 

Segundo o censo de 2010, realizado pelo IBGE, em Araucária havia 14.461 pessoas com mais de 15 anos sem o Ensino Fundamental completo. Destes, 2026 estavam estudando. Os outros 12.435 estavam fora da escola. Os seja, 12% da população acima dos 15 anos não concluiu o Ensino Fundamental.

Este índice mostra que existe forte demanda para a Educação de Jovens e Adultos, em Araucária. Porém, ao invés de fortalecer a modalidade e aumentar a escolarização da população, a oferta vem caindo, principalmente na rede municipal. Em 2010 foram realizadas 453 matrículas. No ano seguinte, caiu para 421. Em 2012, para 302. Para 259 em 2013 e 145 no ano passado. No Estado, também. De 2013 para 2014, a oferta de EJA caiu de 1237 vagas para 860.

Estes foram alguns dados que a professora Maria Aparecida Zanetti (UFPR) trouxe para o nono Seminário Temático sobre EJA realizado pelo Sismmar. A atividade promovida para atualizar a Pauta de Lutas ocorreu na noite de sexta-feira, 8 de maio, na sede do sindicato.

A professora argumenta, que, apesar de números como estes, as autoridades geralmente afirmam que não tem demanda. Ocorre que no ensino dos 4 aos 17 anos é a demanda que pressiona a oferta. Os estudantes são obrigados a irem à escola e a administração pública é obrigada a oferecer vagas. Na Educação de Jovens e Adultos, a demanda precisa ser mobilizada. A administração pública precisa fazer campanha contínua junto às comunidades, clubes, igreja, etc. para fazer as pessoas a voltarem ás salas de aula.

E o ensino de EJA, a proposta curricular precisa dialogar com as possibilidades e as necessidades de cada indivíduo. Geralmente é um público que tem outros afazeres e compromissos com família e trabalho. Muitas vezes precisa de horários alternativos, não só o noturno, para atender diferentes escalas de trabalho, ausências temporárias e outras particularidades. Qualquer desenho fechado para EJA põe para fora o adulto, força a evasão.

É fundamental investir na Educação de Jovens e Adultos, afirma a professora Maria Aparecida, pois quanto melhor a educação recebida pelos pais, melhor será o desempenho dos filhos.

SISMMAR

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.