Paraná

Em plena crise, Richa anuncia investimentos de quase R$ 7 bilhões em 2016

Mesmo em plena crise econômica, o governo Beto Richa (PSDB) projeta para o ano que vem o maior volume de investimentos da história do Paraná. De acordo com o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016, o Executivo pretende investir R$ 3,15 bilhões no ano que vem. Ontem (30), o governador foi entregar, pessoalmente, ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016 e do Plano Plurianual (PPA) para o período 2016 a 2019.

Em tom otimista, Richa afirmou que o Estado iniciará o próximo ano em condições de fazer investimentos importantes, enquanto a grande maioria dos estados ainda estará promovendo ajustes em razão da crise econômica nacional. “Enquanto alguns estão entrando na crise, atrasando salários, o Paraná dá exemplo retomando os investimentos e as obras. O Paraná hoje é exemplo de gestão para o Brasil”, disse o governador.

Porém, segundo levantamento do Jornal Gazeta do Povo, para cada R$ 19 do caixa do governo do Paraná frutos do ajuste fiscal, R$ 18 saíram do bolso da população e apenas R$ 1 foi resultado da redução de despesas da máquina pública.

Previsão

Ao contrário da União, que prevê déficit de R$ 30 bilhões, com gastos maiores que as receitas, o governo paranaense estima fechar as contas de 2016 em equilíbrio já que a previsão de despesa é, também, de R$ 54,5 bilhões.

No próximo ano, o governo projeta investir em ensino 34,17% da receita de impostos. Isso equivale a R$ 9,3 bilhões – 10% a mais do que no exercício de 2015. Os recursos para o sistema estadual de ensino público superam a obrigação constitucional, que é destinar 30% da arrecadação para esta área. “Educação é nossa prioridade absoluta e esse incremento no orçamento para a área é prova disso”, afirmou Richa.

Em saúde, o governo cumprirá a determinação constitucional e aplicará 12% da receita de tributos. Serão R$ 3,2 bilhões disponibilizados para esta área em 2016.

O aporte para os investimentos em infraestrutura de transporte será de R$ 1,5 bilhão para custear 31 obras consideradas prioritárias, como a duplicação da PR-466 (Guarapuava – Palmeirinha), da PR–092 (Siqueira Campos – Joaquim Távora) e da PR-280 (Francisco Beltrão – Pato Branco), além da implantação dos corredores de Castro, Londrina, Marmeleiro e Umuarama.

As despesas com pessoal e encargos, o governo prevê ampliar R$ 21,2 bilhões em 2016. Aumento de 11% ao aplicado no ano anterior. São R$ 2,1 bilhões a mais do que o gasto com pessoal em 2015.

O orçamento estadual também trata das receitas e despesas programadas para 2016 no Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). O Governo do Paraná aplicará no próximo ano R$ 7,2 bilhões nessa área, valor 11,62% superior ao aplicado no ano anterior.

 

 

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.