BrasilPolítica

Força-tarefa da Lava Jato denuncia Lula por relação com a Odebrecht

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A força-tarefa da Operação Lava Jato apresentou nova denúncia nesta quinta-feira (15) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob acusação de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro relacionada à empreiteira Odebrecht. É a terceira denúncia de Lula no âmbito da Lava Jato e a quinta dele neste ano -também foi acusado nas operações Zelotes e Janus. É a primeira vez que o ex-presidente é acusado formalmente por relações com a Odebrecht pela força-tarefa. Além dele, foram denunciadas oito pessoas, incluindo a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci. Segundo os procuradores, parte das propinas pagas pela Odebrecht em contratos da Petrobras foi destinada para a aquisição de um terreno na zona sul de São Paulo onde seria construída a sede do Instituto Lula. A denúncia também sustenta que foi adquirido com os valores um apartamento vizinho à cobertura onde mora o ex-presidente, em São Bernardo do Campo (SP). O imóvel está no nome de Glaucos da Costamarques, que, para a acusação, “atuou como testa de ferro de Lula, em transação concebida por Roberto Teixeira”, advogado e compadre do ex-presidente. Os dois também foram denunciados.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.