Polícia

Funcionária de hospital foi morta no caminho para o trabalho; amigos estão revoltados

A mulher encontrada morta dentro de um veículo Celta em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, nesta segunda-feira (8), foi identificada como Luana Caroline Magaton, de 24 anos. Ela trabalhava como atendente do ambulatório do Hospital do Rocio e seguia até o emprego quando foi assassinada.

(Foto: Reprodução)

De acordo com o superintendente da delegacia do município, Emir Silveira, nenhuma hipótese pode ser descartada no momento. “São várias as possibilidades, não adianta trabalhar apenas com uma. A princípio, tudo indica que ela foi morta por esganadura, após as 6h, 6h30, já que saiu para o serviço por volta desse horário e não foi mais vista”, explicou ele em entrevista à Banda B.

Ainda segundo Silveira, conhecidos de Luana disseram que ela não recebeu ameaças de morte, mas passava por problemas relacionados ao companheiro. “Parece que havia um desentendimento com relação a uma separação entre eles, mas não temos mais informações por enquanto. Vamos investigar tudo isso a fundo”, completou.

A morte da jovem gerou muita revolta e comoção nas redes sociais. “Não consigo acreditar! Que Deus tenha misericórdia, meus sentimentos a família!”, escreveu uma conhecida no Facebook. “Meu Deus que violência, uma menina tão jovem, tão querida. Deus conforte o coração dessa família”, comentou outra.

O caso

A vítima foi encontrada morta dentro de um veículo Celta, na Rua Sebastião Alves Sampaio, nas proximidades do Bodegueiros, no bairro Itaqui de Cima, na manhã de hoje. O carro, com placas de Balsa Nova, está no nome dela.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba e a delegacia de Campo Largo investiga o caso.

 

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.