AraucáriaPolícia

Homem é executado e vizinho conta quais foram as últimas palavras da vítima ao assassino

“Por que isso homem?” Essa foi a última frase dita por Luís Carlos da Silva Figueira, de 33 anos, o Gaúcho, no fim da madrugada desta quarta-feira (25). Ele disse isso para o assassino em um terreno baldio na Rua Oscar da Silva Lisboa, no bairro Jardim Iguatemi, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba.

Gaúcho foi assassinado com vários tiros e um morador da região foi quem ouviu o pedido de clemência. “Conhecia ele pouco. Só ouvi os tiros, barulho dos cachorros e o rapaz perguntando por que isso, não necessariamente nesta ordem”, afirmou à Banda B.

O soldado Jorly, do 17° Batalhão da Polícia Militar (PM), falou sobre o que foi apurado. “Temos até o momento poucas informações do caso. O local foi isolado para a chegada do Instituto de Criminalística”, explicou.

Jorly também não confirmou se o crime tem relação com a desova de dois corpos, no bairro São Miguel, na madrugada de hoje. “Não tenho informações sobre isso até o momento”, resumiu.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A Delegacia de Araucária investiga o caso.

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.