Polícia

Homem é preso ao usar dados pessoais de clientes para realizar compras

Um funcionário de uma empresa de telefonia foi preso na tarde desta terça-feira (5), suspeito de estelionato, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Com os dados pessoais dos clientes, o homem conseguia aprovar crédito e realizava compras pela internet por meio de boletos.

A fraude cometida Marciano Ribeiro Freiria da Silva, de 39 anos, foi descoberta após o homem realizar três compras em uma loja de colchão, usando nomes diferentes, para entregar em um mesmo endereço. “Fomos procurados ontem por uma empresa, sendo que eles acharam que as compras estavam sendo feitas de modo estranho. Ele [Silva] estava negociando mais dois bens, totalizando pelo menos R$ 16 mil de prejuízo para a empresa”, explicou o delegado Emmanoel David, da Delegacia de Estelionato (DE).

A equipe, então, acompanhou a entrega dos produtos no endereço que constava no cadastro em que as compras eram feitas, e flagrou o homem. “Ao chegar no local ele já confessou que estava fazendo fraude nas compras, com documentos de terceiros. Ele achava na internet empresas que faziam venda sem cartão e por meio de boleto, mandava esses dados dos clientes para empresa e, as que aceitavam, ele conseguia fazer com que os objetos fossem encaminhados para a sua residência”, concluiu.

O homem, que possui passagens por crimes como roubo, furto, estelionato, receptação, violação de domicílio e ameaça, foi preso e permanece à disposição da Justiça. Caso seja condenado, Silva pode pegar até 15 anos de prisão.

 

 

Massa News- 06/02/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.