Paraná

Homem mata ex-mulher a facadas e é detido após levar golpes de enxada de ‘rival’

Um servente de pedreiro foi preso depois de matar a ex-mulher a facadas em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, na tarde deste domingo (4).O crime aconteceu na Rua Nova Jerusalém, na Planta Deodoro.

Segundo informações apuradas no local, Luciane Correia Lima, de 46 anos, estava separada e, há duas semanas, mantinha um relacionamento com o ex-cunhado do suspeito. Ontem, o rapaz dormiu na casa dela e hoje os dois saíram para ir ao mercado.

“A gente comprou algumas latinhas de cerveja e estávamos tomando em casa tranquilamente quando o ex-marido dela apareceu. Eu até ofereci uma para ele, mas o homem recusou e já começou a discutir com a Luciane. Não pude fazer nada, não deu tempo. Ele pegou a faca e eu tentei impedir as agressões com uma enxada, mas não consegui evitar o pior, ele veio para cima de mim”, contou o atual companheiro da vítima em entrevista à Banda B. O suspeito já havia sido casado com a irmã dele, no interior do estado.

Luciane levou uma facada profunda no peito e não resistiu. Junto com o filho dela e vizinhos, o ex-cunhado conseguiu segurar o servente até a ação da polícia. “Quando eu cheguei no local, a vítima ainda estava viva, mas logo ela morreu. A população agarrou o suspeito e quebrou uma enxada nas costas dele, mas os ferimentos foram mínimos. Ele é um rapaz novo”, contou uma testemunha, que preferiu não se identificar.

Amigos da família ainda disseram à reportagem que o servente não aceitava a separação de Luciane. O corpo da mulher, que trabalhava como babá, foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Polícia Civil é responsável pelo caso.

 

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.