Paraná

Homem que pescava no Passaúna é encontrado morto; corpo de mulher apareceu primeiro

Dias depois, o corpo do homem que pescava ao lado da diarista Carmen Lúcia Leme, 52 anos, encontrada morta na Represa do Passaúna, no sábado (20), foi visto pelos moradores. A Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros (CB) foram acionados na manhã desta terça-feira (23). Vizinhos afirmam que o casal tinha ido pescar na sexta-feira passada e desapareceu. Conhecido como ‘Marcelinho’, o homem permanecia desaparecido e apenas o corpo dela tinha sido resgatado do lago.

Segundo testemunhas, o casal era bastante conhecido na região e mantinha o vício do alcoolismo. “Ele foi pescar junto com essa mulher que foi achada no sábado e temos uma suspeita de que seja ele, né? Não sabemos se os dois foram mortos, ou se estavam bêbados ou alguma coisa e caíram. Ele era bem conhecido aqui na região”, disse Isabela Casagrande, moradora do bairro Augusta, em Curitiba.

O morador Valdir de Freitas passa pelo local todos os dias e notou que havia algo diferente nas águas. “Estava passando de carro e vi o corpo. Parei, acionei o 190 e estamos aguardando aqui. Ele está bem inchado, nossa, quase irreconhecível pelo que estão falando”, disse à Banda B.

Já o subtenente Márcio do 20º BPM corroborou a versão dos moradores de que o casal era alcoólatra. “No lago tem um corpo e as informações é que ele é o Marcelinho, o que estava com a Carmen na semana passada. Estão dizendo que ambos eram alcoólatras, bem conhecidos na região e pescavam sempre no Passaúna”, finalizou.

O corpo retirado das águas será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Ambos corpos passarão por exames complementares que indicarão a causa da morte.

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.