Araucária

Hospital de Araucária passa por dificuldades financeiras, mas serviços continuarão normalmente afirma Prefeitura

Por Aécio Novitski / Da Redação

 

Nos últimos dias, vários boatos andaram sendo espalhados na cidade de Araucária, sobre um possível fechamento do Hospital Municipal da cidade, ou até mesmo uma greve por parte dos médicos e colaboradores da entidade por motivo de falta de pagamento. Nossa redação conversou com funcionários do local que chegaram a nos afirmar que a situação não é das melhores e os rumores andam fervilhando os corredores do hospital.  Segundo a assessoria de comunicação do hospital, várias reuniões foram realizadas no decorrer desta semana e as contas foram apresentadas a prefeitura, ministério público e a câmara municipal que se comprometeu em resolver a situação até a próxima segunda feira.

A prefeitura nos informou que tanto o salários dos médicos e colaboradores que é pago no quinto dia útil do mês e o repasse para os serviços essenciais não estão em atraso e estão garantidos para o período. A câmara municipal também se manifestou na reunião e o presidente da casa, Betão, se comprometeu em realizar um repasse de 1 milhão de reais para ajudar nas custas do hospital, e mais 2 milhões em remanejamento de orçamento para a próxima semana, isso garantiria o funcionamento normal do HMA por pelo menos mais algum tempo.

Em nota, a prefeitura municipal se manifestou oficialmente. Confira:

O prefeito de Araucária, Rui Souza, comandou na tarde de hoje, dia 4, uma reunião com membros do Conselho Fiscal e Administrativo do Hospital Municipal de Araucária (HMA) Ministério Público, Secretaria Municipal de Saúde e Câmara Municipal, para discutir o repasse financeiro no valor de R$ 1 milhão ao Hospital Municipal e tratar de outras questões orçamentárias do HMA.

O recurso anunciado será repassado na próxima semana e foi liberado pela Câmara Municipal de Araucária. De acordo com o prefeito Rui, o apoio da Câmara, na figura do presidente do legislativo, Wilson Roberto Mota 01_reuniao_mp_hma_pma3contempla os esforços da atual administração em manter os serviços básicos à população funcionando normalmente. “Agradeço a colaboração do presidente da Câmara, esse trabalho conjunto entre legislativo e executivo é muito importante, ainda mais neste momento”, disse o prefeito Rui.


Durante a reunião o prefeito reforçou ainda que semanalmente a administração vem efetuando repasses ao hospital. “Também estamos trabalhando para sanar pendências antigas, que assumi ao tomar posse como prefeito. Estamos fazendo isso com muito cuidado, zelo pelo dinheiro público e comprometimento com a população”, explicou o prefeito.

Repasses

Além do repasse financeiro de R$1 milhão, a Câmara Municipal remanejará mais R$ 2,1 milhões em orçamento na próxima semana ao caixa da prefeitura. Os dois repasses serão feitos com objetivo exclusivo de aplicação no HMA. “Internamente também estamos fazendo nossa parte, remanejando orçamento das secretarias, trabalhando para redução de despesas. Nosso trabalho segue com zelo ao dinheiro público, a austeridade e o equilíbrio das contas”, concluiu Rui.

 

Ainda segundo a assessoria do hospital, o repasse será feito apenas na segunda feira e até lá todos serviços funcionarão normalmente. Caso o repasse não seja efetuado, será realizada nova reunião para uma possível nova solução da situação. Nossa redação continuará acompanhando o caso, mas ao que tudo indica, os trabalhos do hospital continuarão normalmente, pelo menos por enquanto.

 

 

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.