Araucária

Implantação de cartão de pagamento na Prefeitura de Araucária garantirá maior controle e transparência

Na última quinta-feira (29), o prefeito Hissam Hussein Dehaini se reuniu com representantes do Banco do Brasil para assinar o convênio que instituiu o cartão de pagamentos. A partir de agora, os gastos autorizados realizados por servidores a serviço da Prefeitura contarão com maior controle e transparência. A realização desses pagamentos está prevista na lei nº 2.953/2015.

A implantação do cartão de pagamento permitirá o melhor controle dos gastos de cada um dos cartões emitidos. O servidor responsável por ele terá que comprovar detalhadamente os valores gastos que serão conferidos com os registros do cartão. A prestação de contas estará disponível (e mais detalhada) no Portal da Transparência.

Até então, o servidor, devidamente autorizado, recebia um cheque que era depositado em sua conta pessoal e o valor não gasto precisava ser devolvido. Agora, o crédito só sai da conta Prefeitura se houver a despesa e não passa mais por conta-corrente de servidor.

Autorização – É preciso ressaltar que despesas deste tipo são comuns na administração pública e só podem ocorrer mediante autorização prévia. Portanto, não se trata de aumento de gastos. Pelo contrário, o controle rigoroso inibe a tentativa de gastos indevidos. Cada cartão pode ser configurado para permitir despesas bem específicas. Um exemplo: um servidor não conseguirá abastecer um carro em Araucária ou municípios próximos já que a Prefeitura dispõe de combustível para uso próprio. Neste caso, a compra no cartão simplesmente será negada.

 

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.