Brasil

Já é inverno!!! Previsão é de pouca chuva e muito frio durante os três meses da estação

AEN-PR

 

 

O inverno começou à 01h24 desta quarta-feira, 21 de junho, e terminará às 17h02 de 22 de setembro. No primeiro dia o tempo fica estável, sem chuva e com temperaturas baixas em todo o Estado. As menores temperaturas são esperadas para a Região Centro-Sul, na divisa com Santa Catarina – em torno de 5 graus. Os ventos provenientes do Oceano Atlântico mantêm o tempo encoberto entre a Serra do Mar e as praias. As temperaturas aumentam um pouco até sábado (24), mas o frio perdura. Em Curitiba, o início da manhã teve 9°C de temperatura.

Frio em Curitiba, 2016.
Foto: Orlando Kissner/ANPr

De acordo com o meteorologista do Simepar – Sistema Meteorológico do Paraná, Cezar Duquia, a análise dos dados do Instituto Nacional de Meteorologia permite concluir que nesta estação as chuvas tendem a ficar dentro da condição normal para o Estado. “As probabilidades são baixas e pouco representativas, considerando que historicamente o volume de chuvas é menor durante o inverno”, explica.

Além disso, a maioria dos modelos de centros de estudos climáticos norte-americanos sugere que o fenômeno El Niño permanecerá neutro em condições atmosféricas próximas à média no Oceano Pacífico. Porém, alguns modelos preveem o surgimento de El Niño com 35% a 50% de probabilidade.

As massas de ar frio que se deslocam pelo Sul da América Latina costumam persistir por mais de uma semana, estabilizando a atmosfera no Sul do Brasil. Nesse contexto, os dias têm baixos teores de umidade no ar e geadas frequentes, sem nuvens. As frentes frias deslocam-se rapidamente, provocando chuvas moderadas ou fortes de curta duração. Quanto às temperaturas, este inverno não deve ser nem tão frio quanto o de 2016, nem tão quente como o de 2014, apresentando algumas semanas mais frias e outras mais amenas.

AGRICULTURA – “Com a previsão de normalidade climatológica de junho a agosto, a expectativa é de que as culturas de inverno – como o trigo e o milho safrinha – se desenvolvam bem”, afirmam as pesquisadoras do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Heverly Morais e Ângela Costa. Se ocorrerem massas de ar polar durante a estação, as lavouras de café e as hortaliças estão eventualmente sujeitas a sofrer danos por geadas. O fenômeno costuma ocorrer no Centro-Sul, Planalto Central e na parte da Região Metropolitana de Curitiba conhecida como Planalto Leste.

Os cafeicultores e olericultores devem acompanhar os boletins do Alerta Geada. Em operação desde maio, o serviço será mantido até o final do inverno para auxiliar os produtores rurais na prevenção e redução de perdas agrícolas.

Uma vez emitida a previsão do Simepar, a equipe de agrometeorologistas do Iapar interpreta as informações e dispara os alertas por e-mail, “torpedo”, imprensa e redes sociais. Se as condições para formação de geada persistem, um aviso de ratificação é enviado até 24 horas antes da ocorrência prevista.

As informações podem ser acessadas em ícone específico nas páginas www.iapar.br e www.simepar.br e também pelo telefone (43) 3391-4500 ao custo de uma ligação para aparelho fixo. Interessados em receber as mensagens do Alerta Geada por e-mail ou SMS devem cadastrar-se em www.iapar.br

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.