Polícia

Mãe e dois filhos mantidos em cárcere privado por 17 anos são libertados pela PM no Rio de Janeiro

Policiais do 27º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, em Santa Cruz, libertaram na quinta-feira (28) uma mulher e os dois filhos de uma casa onde eram mantidos em cárcere privado em Guaratiba, na zona oeste da cidade.

O homem acusado de encarcerar e maltratar as três pessoas foi preso e levado à 43ª Delegacia de Polícia. Ele era marido e pai das vítimas. A Delegacia da Mulher de Campo Grande vai investigar o caso.

Os policiais chegaram à casa após receberem denúncia anônima. A informação da polícia é que o cárcere e a violência já duravam 17 anos. Os dois jovens, de 19 e 22 anos, tinham aparência de criança por causa da desnutrição.

Imagens divulgadas pela PM mostram que a mãe e os dois filhos viviam em um ambiente precário e sujo. Estavam amarrados e sujos. Precisaram ser retirados da casa por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foram levados para o Hospital Municipal Rocha Faria, onde foram internados.

Vizinhos contaram à TV Globo que ouviam choros e gritos abafados por música alta. Um deles disse que tentava fornecer comida à mãe e aos filhos, mas era impedido pelo acusado.

A família vivia em condições precárias e estava desnutrida Reprodução/PMRJ A imagem mostra um quarto com panos jogados no chão ** No dia 17 de julho, um homem foi preso suspeito de estuprar, engravidar e manter em cárcere privado por dois anos a enteada de 11 anos, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio. A menina teve um filho em casa e a Justiça determinou que ela e o bebê sejam encaminhados para abrigos especializados.

O homem está preso em Benfica, na zona norte carioca. A reportagem não conseguiu contato com a defesa dele.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.