Araucária

Panificadora da Família é reativada pela Prefeitura de Araucária

A Prefeitura de Araucária reativou essa semana a Panificadora da Família, projeto da Secretaria Municipal de Assistência Social, para proporcionar cursos de auxiliar de panificação para a comunidade. As primeiras turmas já iniciaram as aulas nessa semana, são 36 alunos inscritos. O curso, com duração de 160 horas de grade, traz muitas informações e práticas que podem ser usadas no mercado profissional. O ensino é amplo, aborda massas doces, salgadas, folheados, pães, bolos, rocamboles e outros.

O objetivo dos participantes é variado: alguns buscam apenas um conhecimento a mais, outros visam uma renda extra, há quem queira se inserir no mercado de trabalho como funcionário e quem tenha a intenção de abrir o próprio negócio. Porém, todos têm em comum a vontade de aprender algo novo ou se aprimorar. Além do curso ser totalmente gratuito, os alunos que necessitam ganham isenção tarifária para poder chegar ao local das aulas.

A cozinheira Sirlei Cordoba dos Santos de 33 anos, viu na capacitação uma oportunidade para voltar ao mercado de trabalho. Há 4 anos no ramo, a profissional já trabalhou em grandes empresas, porém está há um ano desempregada. “Quero aprender tudo o que for possível. Trabalhava com comida, mas com o curso é um leque a mais que se abre na minha vida. Quem sabe futuramente até seja possível abrir um negócio”, relata.

Diferente da cozinheira, Alauri Brando dos Santos de 46 anos, é aposentado devido um acidente que sofreu há 5 anos e não visa inserção profissional pelo curso, busca fazer algo que gosta e que sempre teve vontade, mas não pôde fazer anteriormente. Alauri perdeu parte dos movimentos do lado esquerdo do corpo, venceu um câncer, mas não a vontade de viver. Exemplo de superação, precisou usar cadeira de rodas por um período na vida e tem se recuperado com ajuda de sessões de fisioterapia que faz na rede municipal. “Quando passamos por uma situação drástica passamos a dar valor a coisas que não dávamos. Não devemos nos acomodar. Minha vida mudou, me fortaleci. Estou fazendo as aulas para cozinhar para mim, meus amigos e família”, conta.

Na primeira turma inscreveram-se alunos não só vindos pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), mas também de outros serviços sociais como COMSE, Casa de Acolhimento, Casa da Cidadania, moradores da região, encaminhados pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e rede de proteção. Além dos instrutores do curso, a iniciativa deve contar com palestras do Sebrae e de empresários locais.

Para reabertura do serviço, a Prefeitura fez uma reforma no prédio (com pintura, limpeza hidráulica e revisão elétrica) e investiu na revisão e conserto dos equipamentos que estavam parados há um bom tempo. A secretária municipal de Assistência Social, Cristiane Dehaini, comenta que era uma estrutura desperdiçada e que com organização e planejamento foi possível colocar esse serviço para funcionar, beneficiando a população que mais precisa. A Panificadora da Família fica no Jardim Pequim, na Rua Félix Klichowicz, 555. Mais informações podem ser obtidas no CRAS de sua região.

 

smcs – Foto Carlos Poly

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.