ParanáSaúde

Paraná registra menor taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 em 11 meses

O Paraná registrou a menor taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento à Covid-19 nos últimos 11 meses – precisamente nos últimos 314 dias. Nesta sexta-feira (10), 56% dos leitos estavam utilizados. O Estado não tinha essa ocupação desde 31 de outubro do ano passado, quando o índice chegou a 54%.

Desde 21 de fevereiro de 2021, a taxa de ocupação desses leitos se manteve acima de 90% e só começou a baixar mais de quatro meses depois, em 5 de julho, quando o Estado registrou 89% de ocupação. O Paraná chegou a ficar entre os estados com as maiores ocupações de UTI no país no primeiro semestre para atendimento a Covid-19.

Agora, as reduções nos índices têm sido frequentes com o avanço da vacinação contra a doença. “Cada vez mais o Paraná tem registrado taxas menores de ocupação de leitos, o que significa que a vacinação tem cumprido seu papel e diminuindo a gravidade do vírus”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

VACINAÇÃO 

Segundo os dados do Vacinômetro nacional, o Paraná já aplicou 11.616.770 vacinas, sendo 7.647.734 primeiras doses (D1), 321.118 doses únicas (DU) e 3.647.918 segundas aplicações (D2). Entre primeiras doses e doses únicas, o Estado alcançou 91,3% da população adulta, estimada em 8.720.953 paranaenses, com ao menos uma dose.

“Cumprimos a meta de 80% da vacinação adulta vacinada com uma dose duas semanas antes do previsto em agosto e, agora, pretendemos atingir os 100% no máximo até o final de setembro. Não há dúvidas de que se recebermos mais doses, vamos adiantar esta meta também”, acrescentou Beto Preto.

O Estado anunciou nesta semana que o Ministério da Saúde se comprometeu em enviar doses suficientes para atingir 100% da população adulta com uma dose até 15 de setembro, e que então, passará a enviar doses para adolescentes de 12 a 17 anos.

TAXA DE TRANSMISSÃO 

O número de reprodução eficaz, ou Rt, é o número médio de contágios por cada pessoa infectada e indica a velocidade de contaminação da Covid-19 em cada localidade.

Nesta sexta-feira (10), o Paraná está com Rt 0.86, o que significa que 100 pessoas contaminadas pelo vírus Sars-CoV-2, transmitem, em média, para 86 pessoas. Os números são diferentes dos registrados há 78 dias, quando o Paraná atingiu um Rt de 1.48, em 24 de junho.

Os dados são do sistema Loft.Science. Segundo a plataforma, um Rt de 3–4 infectará toda a população, enquanto um Rt de 1.5 pode, ainda, alcançar 60% da população. Somente se o Rt for menor do que 1 a epidemia diminuirá de tamanho até ser eliminada”.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.