Paraná

Pescadores encontram casa à deriva em alto mar no litoral: “Nunca vimos nada igual”

Um caso inusitado aconteceu na manhã desta quinta-feira (17) no município de Matinhos, no litoral do Paraná. Por volta das 9h da manhã, pescadores encontraram uma casa à deriva em alto mar enquanto saíam para trabalhar. Eles acreditam que o imóvel tenha saído da baía de Guaratuba.

De acordo com o funcionário público Almir Alves, que trabalha na Secretaria de Turismo de Matinhos, a casa foi encontrada vazia e sem ninguém ao redor. “Ficamos sabendo por meio dos pescadores, duas horas depois. Eu aproveitei que estava no meu intervalo de almoço e fui conferir”, disse. “Pelas primeira informações que nos chegaram, a casa veio da baía de Guaratuba, mas não temos 100% de certeza disso ainda”, afirmou Alves.

O pescador Lopes Fabiano Ramos, mais conhecido como ‘Sapo’, foi um dos primeiros a ‘descobrir’ a moradia flutuante. “Todo mundo se assustou. Eu peguei a minha embarcação e tentei rebocar a casa para Matinhos, mas não consegui porque a casa era muito pesada”, contou.

Horas depois, a casa chegou à orla da praia, próxima ao Balneário de Inajá, ainda em Matinhos. Segundo os pescadores, a moradia é usada para o cultivo de ostras em Guaratuba. “Nós já a tínhamos visto na baía de Guaratuba. Acreditamos que devido à chuva de ontem, ela tenha saído em alto mar. Ela foi encontrada há uns cinquenta metros da praia”, acrescentou.

De acordo com a Tenente Ana Paula, porta-voz da Operação Verão, o Corpo de Bombeiros já está ciente do caso. “O local está isolado no momento, sendo feito o acionamento dos órgãos competentes”, afirmou.

 

Banda B- 17/01/2019

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.