ParanáPolícia

PGR ARQUIVA REPRESENTAÇÃO QUE RESPONSABILIZA BETO RICHA PELA “BATALHA DO CENTRO CÍVICO”

o Ministério Público Federal (MPF) pediu o arquivamento da representação feita contra o governador Beto Richa (PSDB) pelo episódio ocorrido no dia 29 de abril de 2015, que ficou conhecido como a “Batalha do Centro Cívico”, quando 213 manifestantes – a maioria professores – ficaram feridos após a votação que promoveu mudanças na Paranaprevidência.

O pedido de arquivamento foi feito pelo procurador-Regional da República, Maurício Gotardo Gerum, em despacho. O pedido foi aceito pelo vice-procurador-geral da República, José Bonifácio de Andrada, que arquivou a solicitação de responsabilização do governador feito pelos deputados federais Edmilson Rodrigues (Psol-PA), Chico Alencar (Psol-RJ), Ivan Valente (Psol-SP) e Jean Willys (Psol-RJ).

Para o procurador, os vídeos registrados não indicam que a Polícia Militar do Paraná (PM-PR) estava preparada para a repressão que acabou acontecendo. No documento, Gotardo Gerum, afirma que não houve preparo dos policiais para a ação e que, mesmo com o uso de spray de pimenta, os manifestantes não recuaram. “Ao contrário, o vídeo 01 [analisado pelo procurador] demonstra até certo amadorismo dos policiais”, escreve.

Ainda de acordo com o procurador, faltou à polícia um trabalho de identificação do que chama de “agentes de tumulto”, mas que não há razões para a criminalização de Richa. “Na sequência [de vídeos] se vê muito mais uma Polícia Militar acuada, sem uma orientação clara de ação, tendo de recorrer à força até mesmo para preservar sua própria incolumidade. Faltou comando, faltou organização, mas daí não há como se extrair uma conduta criminosa do Governador do Estado”, concluiu Gotardo Gerum.

A assessoria de imprensa do governador Beto Richa afirmou que ele não vai se manifestar sobre a decisão.

Para APP, decisão é lamentável

O presidente da APP-Sindicato, que representa os professores das escolas estaduais, Hermes Leão, não concorda com o arquivamento. “É uma decisão lamentável. Verificamos que há responsabilidade do governador e de outras autoridades neste caso. O governador tem o direito à ampla defensa, mas a sociedade vem cobrando a apuração das denúncias”, afirmou.

 

Tribuna do Pr

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.