Araucária

Plano de Mobilidade é discutido em reunião em Araucária

05_reuniao_plano_mobilidade-700x466Servidores da Prefeitura de Araucária e das autarquias municipais reuniram-se, no Salão Nobre do Paço Municipal, para a primeira reunião técnica sobre o Plano de Mobilidade de Araucária (PlaMob).

Conduzida pela equipe de coordenação do PlaMob, composta por representantes das secretarias de Planejamento e Urbanismo e da Companhia Municipal de Transporte Coletivo (CMTC), a reunião teve como objetivo apresentar como os trabalhos serão conduzidos à equipe técnica, formada por representantes das secretarias de Meio Ambiente, Obras e Transporte, Agricultura e Segurança Pública e da Companhia de Desenvolvimento, além das secretarias e autarquia já citadas.

O PlaMob será desenvolvido pela Vertrag Arquitetura e Urbanismo, empresa de consultoria contratada por licitação com recursos do Ministério das Cidades. Caberá à Prefeitura assegurar que o documento esteja de acordo com os fins propostos, subsidiando a consultoria com dados, informações e apoio logístico, avaliando os resultados apresentados pela consultoria, e emitindo análises técnicas.

A elaboração do PlaMob acontecerá em quatro fases e todas precisarão ser validadas pela Prefeitura com a supervisão da Caixa Econômica Federal. Ao longo da elaboração do documento, a população será convidada a responder um questionário sobre o tema e convocada a participar de consultas e audiências públicas.

PlaMob

Planejar o deslocamento de pessoas, bens e veículos pela cidade de forma organizada e de acordo com as reais necessidades da população é o objetivo do PlaMob. A ideia é garantir o acesso democrático aos espaços urbanos e a serviços essenciais, como saúde, educação, lazer e trabalho.

As fases de elaboração do documento são: mobilização e levantamento de informações; diagnóstico e prognóstico; elaboração de propostas; e elaboração de minutas de lei. A empresa de consultoria contratada por licitação inicia o trabalho após o Ministério das Cidades repassar o recurso, o que deve acontecer nas próximas semanas, e tem até sete meses para concluir a elaboração do PlaMob.

O Plano de Mobilidade deve ser integrado ao Plano Diretor e tornou-se obrigatório pela Política Nacional de Mobilidade Urbana (lei nº 12587/2012) para os municípios com mais de 20 mil habitantes, que ficam impedidos de receber recursos federais destinados à mobilidade urbana até que cumpram as exigências da lei.

SMCS / Foto Carlos Poly

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.