AraucáriaPolícia

Polícia prende vendedor de panelas em Araucária que alterava preço na máquina de cartão para lesar clientes

Um homem foi preso em flagrante após aplicar golpes em moradores de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, na tarde desta sexta-feira (25). Segundo a Polícia Civil, o rapaz saía vender panelas pelas ruas e alterava o valor do produto na máquina de cartão de débito/crédito para que o cliente, sem perceber, pagasse bem mais.

A situação chegou à delegacia por meio da denúncia de um morador que notou a ação do suspeito. “Ele nos informou que o homem colocava um ou dois zeros a mais no fim do valor, para aumentá-lo. Um conjunto de panelas que custava R$ 300, por exemplo, saía por R$ 3 mil. Muitas vezes a pessoa não percebia o suposto erro, digitava a senha para efetuar o pagamento e acabava no prejuízo”, contou o delegado Tiago Wladyka, responsável pelo caso.

Assim que os policiais saíram da delegacia em busca do suspeito, o flagraram vendendo as panelas em uma residência a poucos metros dali. “Quando o abordamos, ele disse que era paraguaio e começou a falar espanhol, mas nós estranhamos o jeito que ele pronunciava as palavras. Tentamos falar espanhol também, só que ele não entendia nada. Na hora, o rapaz apresentou uma carteira de motorista que parecia falsa. Ao entrarmos em contato com o consulado do Paraguai, confirmamos que o documento tinha sido falsificado”, completou.

O vendedor foi preso e encaminhado à delegacia de Araucária, onde foi autuado por falsidade ideológica e estelionato. Ele deve permanecer detido, à disposição da Justiça.

Caso de receptação

Além do caso do vendedor, os policiais de Araucária também prenderam dois homens e apreenderam um adolescente suspeitos de receptação. De acordo com a polícia, um rapaz que comprava móveis para salão de beleza com cartão de crédito clonado e mandava entregar na casa de receptadores já era alvo de investigação. Na ocasião do crime, a empresa e o dono do cartão sofreram prejuízo de aproximadamente R$ 20 mil.

 Na tarde de hoje, em duas entregas realizadas pela empresa, uma equipe da polícia surpreendeu dois receptadores, com objetos ilícitos. Após as prisões, os policiais identificaram a residência do estelionatário, que comprava os objetos com o cartão clonado e mandava entregá-los nas casas.Com o endereço em mãos, o delegado e os investigadores foram até o local e encontraram o restante dos produtos, além de 83 comprimidos de ecstasy, que seriam vendidos em uma festa rave no fim de semana. No imóvel, um menor foi apreendido e encaminhado para a delegacia do Adolescente do município. O comprador não estava na casa, mas já está identificado pelos policiais.

Todos os presos foram encaminhados para a Delegacia de Araucária.

 

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.