Araucária

Prefeitura de Araucária explica motivo do corte e substituição das árvores da Victor do Amaral

A Prefeitura de Araucária está readequando o Plano Municipal de Arborização Urbana de 2005 e vai realizar melhorias para que a cidade não apenas conte com boa arborização, mas que ela esteja integrada à realidade local e às normas que prezam pela qualidade e segurança. A Avenida Victor do Amaral será a primeira via a receber as ações. Os detalhes foram apresentados a moradores em Audiência Pública na noite de segunda-feira (29).

Antes de mais nada, é importante destacar que há normas já previstas para a arborização correta. A Prefeitura vai realizar um levantamento técnico no Centro e nos bairros para saber números e espécies dessas árvores. Ter uma equipe treinada para o plantio e manejo da maneira correta e definir as espécies mais adequadas para a arborização na cidade, dentro de acordo com as normas da ABNT, também estão nas ações previstas.

A Victor do Amaral é uma via de quase 2km de extensão e com muitos estabelecimentos comerciais. A via conta com 197 árvores e, dentro das normas técnicas, 97 árvores deveriam ser substituídas e 12 deveriam ser removidas. De acordo com o Instituto Ambiental do Paraná, das 07 espécies presentes, duas não são adequadas para arborização. Mas o foco da ação está em 66 árvores que estão apresentando riscos aos pedestres, à fiação elétrica, às propriedades e aos veículos. Para os casos em que haverá substituição, as mudas virão do Horto Municipal e de medidas compensatórias.

Critérios – Há critérios técnicos que determinam cuidados com o plantio de árvores em áreas de entrada de veículos, próximos a redes de água e esgoto, bocas de lobo e hidrantes, semáforos e pontos de ônibus. Além das distâncias recomendadas, é preciso levar em conta espécies mais adequadas. No caso de Araucária, a aroeira-salsa, a extremosa e a quaresmeira são espécies indicadas. A substituição de espécies leva em conta o fluxo de pessoas e veículos, o porte da planta, a largura das calçadas e ruas e espécies que não destruam as calçadas. Onde houver derrubada de árvores comprometidas, há previsão de um novo canteiro a 50cm do local. Há canteiros que também serão reaproveitados.

O Plano de Arborização também prevê que se utilize técnicas adequadas de poda, programas de conscientização em escolas públicas e ações em datas especiais e apoio de instituições ambientalistas, entre outras atividades.

 

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.