AraucáriaPolícia

Preso em Araucária ‘El Loco Cacho’, argentino que tinha recompensa de R$ 45 mil

Procurado pela Interpol, com uma recompensa de 150 mil pesos por sua captura (cerca de R$ 45,8 mil), um homem, de 54 anos, foragido da Justiça Argentina foi preso ontem em Araucária. Ele é acusado de duplo homicídio e de uma tentativa de assassinato na cidade de Avellaneda, na Argentina. O suspeito estava morando na região de Curitiba. Com ele foram encontrados vários documentos estrangeiros com nomes falsos e a identidade falsa usada no Brasil.

A prisão aconteceu depois que o Governo da Argentina solicitou à Justiça Brasileira a expedição de Mandado de Prisão contra Cacho. O mandado foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal, tendo como relator o Ministro Edson Fachin.

Após sua prisão, “El Loco Cacho” foi transferido para o Departamento da Polícia Federal, em Curitiba, onde aguardará os trâmites legais até a sua extradição para o país de origem, onde responderá perante as autoridades locais.

O crime cometido por Cacho, motivado por uma briga de famílias em Avellaneda, vitimou Silvia Rosso, de 57 anos, e deixou a filha dela, de 23, gravemente ferida. Na mesma noite, o noivo da filha de Silvia matou Claudio Martinéz, de 28 anos, achando que ele era El Loco Cacho.

 

Pron / BandaB / Redação

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.