Paraná

Professores querem saber! Onde está a grana para a educação?

Professores e funcionários da educação pública do Paraná se reúnem em Curitiba, a partir das 10h de hoje, em frente à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa-PR), em uma mobilização para exigir do governo do estado o cumprimento de pautas e direitos, que, segundo eles, não estariam sendo atendidos.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), as principais reinvindicações da categoria estão relacionadas ao pagamento de benefícios em atrasos – entre eles, promoções e progressões de 2015, a prorrogação de contratos feitos por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS) e a contratação de funcionários PSS já no início do ano de 2016, entre outras solicitações.

“A promoção de professores e funcionários para 2015 não foi saldada até agora, gerando uma dívida de R$ 101 milhões até o final de dezembro. Também iremos cobrar a implementação dos reajustes do Piso Salarial do Magistério, concursos públicos e investimento do montante, que poderia, mas não foi realizado na educação em 2015”, diz o presidente da APP, Hermes Leão.

A APP afirma que, de acordo com dados do próprio governo, nos primeiros 10 meses de 2015, deixaram de ser investidos na educação do Paraná cerca de R$ 564 milhões, em comparação com o valor disponibilizado em 2014. “É um dinheiro que dava para garantir os direitos de professores e funcionários, além de investir na melhoria na infraestrutura das escolas públicas”, aponta Leão.

Ano difícil

Este foi um ano em que o relacionamento entre professores e governo do estado ficou ainda mais complicado. No dia 29 de abril, um confronto entre policiais e professores resultou em cerca de 200 feridos. Durante o ano, somando o período anterior e pós-conflito, os professores fizeram greve por mais de 70 dias. Com isso, as aulas perdidas precisaram ser repostas – o ano letivo só vai terminar em fevereiro de 2016.

Promessa de mais investimentos

Questionada sobre as reinvindicações dos professores, a Secretaria de Estado da Educação (Seed-PR) informou que mantém diálogo constante com o sindicato dos profissionais da educação do Paraná para atender as reivindicações existentes que envolvem outras pastas de governo. Segundo a secretaria, o orçamentoda eduação do estado terá R$ 7,6 bilhões para 2016, volume maior de recursos que o previsto inicialmente para este ano, de R$ 6,3 bilhões.

Do orçamento da secretaria para o próximo ano, cerca de 85% será destinado à folha de pagamentos, o equivalente a R$ 6,6 bilhões. Isso porque a área concentra a maior parte dos servidores do Estado, quase 100 mil pessoas, entre professores e funcionários.

 

PrOn

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.