AraucáriaPolícia

Rapto de crianças: delegada alerta para boatos e lembra que é crime espalhar notícia falsa

A delegada-titular do Serviço de Investigações de Crianças Desaparecidas (Sicride), Iara Dechiche, voltou a afirmar que a atuação de uma quadrilha que rapta crianças agindo na Grande Curitiba, não passa de boato que só atrapalha o serviço da polícia e espalha pânico entre a população.

A existência dessa tal quadrilha foi disseminada pelas redes sociais nas últimas semanas, e por causa da repercussão, a delegada convocou uma coletiva para esclarecer que neste momento não há senhum caso de rapto de crianças no Paraná. A única investigação em andamento é de um caso em Campo Largo, onde uma mãe fez um Boletim de Ocorrência sobre uma suposta tenttiva de rapto de sua filha na semana passada.

A delegada pediu que a população colabore com a polícia evitando repassar esse tipo de informação que viralizam na internet sem fundo de verdade. “Se e quando houver a comprovação de uma quadrilha desse tipo agindo no Estado, seremos os primeiros a emitir um alerta para a população”, disse.

Segundo Iara, esse tipo de boataria que se espalha atrapalha demais o trabalho policial, já que, mesmo que sejam boatos, é obrigação da polícia checar a informação, o que demanda deslocamento de policiais que deixam outras investigações — sérias — para descobrir a veracidade ou não destes boatos.

Ela também lembrou que é crime disseminar esse tipo de informação falsa e que a Delegacia de Crimes Cibernéticos (Nuciber) está de olho nestes casos.

Por fim, Iara se mostrou indignada com o caso. “Não sei o que essas pessoas (que espalham essas notícias falsas) ganham com isso”.

 

BEM PARANÁ  FOTO ILUSTRATIVA ATILA ALBERTI

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.