Paraná

“Tem pessoa que não precisa e leva até quatro cestas básicas”, lamenta Governador Ratinho Jr. sobre as chuvas

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, voltou a falar, na manhã desta quinta-feira (19), sobre o envio das cestas básicas para as cidades do Paraná, após a informação de que em União da Vitória, no Sul do Paraná, houve falta do produto. Segundo o chefe do Executivo estadual, há pessoas que não estão desabrigadas e que levaram até quatro cestas.

“Têm pessoas que não estão desabrigadas e estão levando até quatro cesta básicas para casa. As cestas são para pessoas desabrigadas e em dificuldade. Não dá para as pessoas tomarem de quem de fato precisa. Recebemos denúncias de funcionários da prefeitura e isso está sendo investigado”, afirmou o governador, durante evento de inauguração da nova sede do Corpo de Bombeiros em Colombo.

Em seguida, Ratinho Junior afirmou que cada cidade tem a responsabilidade de fazer a destinação correta dos alimentos. “A responsabilidade é dos gestores municipais. Há casos em que nós encaminhamos 600 cestas para 200 famílias, para o período de dez dias, e faltou. Então, alguma coisa está errada. Nós estamos ajudando na investigação do que está acontecendo”, disse.

Questionado pelo Portal Nosso Dia sobre o que pode ser feito no futuro para evitar enchentes, o governador salientou a interferência do fenômeno El Niño neste ano. “Esse é um efeito cíclico, influenciado pelo El Niño, que traz chuva ao Sul e seca ao Norte do país. O que podemos fazer é pensar em planejamento urbano, mas temos bairros com duas a três mil famílias na beira do Rio Iguaçu. Buscamos amenizar, porque falar que vai resolver é uma mentira”, pontuou.

Para concluir o governador destacou o envio de mais profissionais para o atendimento aos afetados. “Reforço do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, além de voluntários que estão nos ajudando. Em São Mateus do Sul, na visita ontem, estava tudo certo. O controle da gestão municipal é importante”, concluiu.

BOLETIM — Segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual, 21 municípios estão em situação de emergência. São eles: Cascavel, Dois Vizinhos, Ivaiporã, Jardim Alegre, Mangueirinha, Nova Prata do Iguaçu, Paula Freitas, Paulo Frontin, Peabiru, Pinhão, Pitanga, Porto Amazonas, Prudentópolis, Rebouças, Rio Azul, Rio Negro, Roncador, Santa Izabel do Oeste, São Jorge do Oeste, São Mateus do Sul e União da Vitória.

Nosso Dia

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.