AraucáriaPolícia

TJPR mantém condenação e aumenta pena de ex-prefeito de Araucária

A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná confirmou a condenação do ex-prefeito de Araucária (em 2016),  Rui Alves de Souza , da filha e do genro pela prática dos crimes de peculato e concussão. Além disso, aumentou a pena do prefeito, antes fixada em 5 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão para 7 anos, 5 meses e 18 dias de reclusão.

Fernanda Buffon Alves de Souza, filha do ex-prefeito, teve a pena fixada em 12 anos, 9 meses e 16 dias, enquanto o genro do prefeito recebeu pena de 3 anos, 2 meses e 12 dias de reclusão em regime aberto, com substituição da pena de prisão por pena restritiva de direitos.

A ação penal resultou da segunda fase das investigações iniciadas a partir da deflagração da Operação Fim de Feira, em 20 de dezembro de 2016, quando o Ministério Público do Paraná apurou que o ex-prefeito, valendo-se do cargo e atendendo interesses particulares seus e de sua filha, nomeou o genro ao cargo de “assessor de secretário municipal I” na prefeitura de Araucária, para que o casal pudesse “colocar as contas em dia” e conseguir renda para financiar um apartamento.

Também por solicitação da filha, o ex-prefeito nomeou uma de suas amigas a um cargo semelhante, com vencimentos mensais de R$ 9.175,14, dos quais 70% seriam repassados ao ex-prefeito e sua filha. O ex-prefeito está preso desde dezembro de 2016 e tem ainda outra condenação com pena superior a 50 anos de prisão pelos crimes de concussão, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Também por solicitação da filha, o ex-prefeito nomeou uma de suas amigas a um cargo semelhante, com vencimentos mensais de R$ 9.175,14, dos quais 70% seriam repassados ao ex-prefeito e sua filha.

O ex-prefeito está preso desde dezembro de 2016 e tem ainda outra condenação com pena superior a 50 anos de prisão pelos crimes de concussão, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

 

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.