EconomiaParaná

Vereadores rejeitam urgência na votação de bilhetagem no transporte

O projeto que prevê a implementação do sistema de bilhetagem eletrônica em todo o sistema de transporte coletivo de Curitiba não será votado em regime de urgência na Câmara dos Vereadores. A medida foi decidida em sessão plenária na manhã desta segunda-feira (3).

A tramitação em regime de urgência foi rejeitada por 18 vereadores. Outros 16 parlamentares votaram a favor da rapidez na tramitação, que foi solicitada pela categoria que representa os trabalhadores por meio do vereador Rogério Campos.

O argumento dos vereadores contrários à urgência foi o pedido de mais informações sobre o projeto, apresentado pela Prefeitura de Curitiba; a necessidade de um debate mais amplo com as empresas de ônibus, trabalhadores e a comunidade; e a possibilidade de alterações na proposta.

Sem o regime de urgência, o projeto tramitar agora nas comissões temáticas e então segue para votação dos vereadores no ano que vem.

 

 

 

Massa News- 03/12/2018

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.