RedaçãoRMC

Sanepar diz que represas ficam a 3% de nível ideal para encerrar rodízio de água; meta é 80%

Com as chuvas que atingiram Curitiba e região metropolitana neste final de semana, as represas estão a 3,08% de chegar no número que a Sanepar considera ideal para encerrar o rodízio em Curitiba. O valor divulgado pela Sanepar na manhã desta segunda-feira (17) é de 76,92%, se aproximando dos 80% que encerraria o rodízio.

A partir desta segunda-feira (17) inicia o rodízio com um dia a mais divulgado pela Companhia na última sexta-feira (14). O tempo de abastecimento passa a ser de três dias e meio (84 horas com água) e até 36 horas de suspensão no fornecimento. A tabela do rodízio no novo modelo já tem a programação até 28 de janeiro, mas pode ser revista em caso de aumento do nível dos reservatórios.

Temporal em Curitiba ajuda no nível das barragens

Curitiba já ultrapassou 62% da média histórica de chuvas prevista para o mês de janeiro. Até este domingo (16), de acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), foram totalizados 113,8 mm de volume de água.

Conforme o Simepar, a média climatológica para janeiro é de 182,1 mm. Ou seja, se continuar chovendo com frequência, a capital pode bater esse índice.

Neste fim de semana, Curitiba registrou temporais com ventos e chuva de granizo, que causaram alagamentos em vários pontos da cidade. O acumulado na madrugada de domingo totalizou 62,2 mm.

Foto: Sanepar

Redação com Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.