Paraná

Preço da tarifa de ônibus em Curitiba segue sem reajuste em 2018, diz Greca

O prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) afirmou  que as tarifas de ônibus em Curitiba devem ser mantidas no mesmo patamar, em 2018. Segundo ele, o acordo feito com as empresas de ônibus, que garantiu a compra de novos veículos, também dá a possibilidade de evitar o aumento no próximo ano.

“Nós vamos manter a tarifa em R$ 4,25. Não vai subir, nem abaixar. Isso foi anunciado pelo presidente do sindicato dos transportes, no dia que eu anunciei a renovação da frota”, disse Greca.

Em entrevista ao G1, o prefeito fez um balanço desse primeiro ano de gestão. Greca voltou ao comando do Executivo municipal depois de 20 anos. Ele foi questionado sobre alguns dos temas que mais afetaram os moradores da cidade em 2017, como o tranporte público, a aprovação do ajuste fiscal e a situação da saúde na capital paranaense. Veja abaixo os temas da entrevista.

Transporte coletivo

Sobre a tarifa de ônibus, Greca disse que não há espaço para reduzir o preço das passagens, a exemplo do que foi anunciado pelo prefeito da cidade vizinha, Araucária.

“O prefeito de Araucária tem uma rede reduzida de transporte. Ele não tem a obrigatoriedade da substituição da frota, nem da integração metropolitana. Comparar Araucária com Curitiba é uma sandice, porque Curitiba tem a responsabilidade de ser um grande centro metropolitano”, analisou o prefeito.

Segundo Greca, a inauguração da nova linha de ônibus Ligeirão Norte vai acontecer até março de 2018. O ônibus vai ligar os bairros Santa Cândida e Água Verde, pela canaleta que já existe nesse trecho, mas parando em menos estações-tubo ao longo do caminho.

Com o crescimento da frota de ônibus, o prefeito acredita que vai conseguir reverter as constantes quedas no número de passageiros, que o sistema de ônibus registra já há alguns anos, bem como o aumento de carros nas ruas, o que complica o trânsito.

“Isso tende a diminuir na proporção em que o sistema de transporte volte a ter qualidade. E também na proporção de nós instalarmos as linhas de vizinhança, essas sim, vão ter tarifa a menor, pelo menos metade dos R$ 4,25”, afirmou.

O prefeito confirmou ainda que está estudando a tarifa temporal nas linhas de ônibus. Se ela for implantada, o usuário poderá paga apenas uma passagem e fazer integração com outras linhas sem ser cobrado de novo. Atualmente, isso só é possível nas estações-tubo e nos terminais. No entanto, ele esclarece que é preciso modernizar o sistema de bilhetagem eletrônica.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.