AraucáriaPolícia

Fim de semana, em Araucária, é marcado por violência contra mulheres

A guarda municipal de Araucária (GMA) teve muito trabalho neste fim de semana com atendimento de várias ocorrências envolvendo desavenças em ambiente domestico, no qual, predominou a violência contra as mulheres.

Ao todo foram cinco ocorrências atendidas, no entanto, apenas dois homens permanecem presos.

Em uma das ocorrências um homem tentou agredir a esposa armado com uma faca. Uma testemunha presenciou as ameaças e ligou para a GM. Porém quando a equipe chegou até o local o homem havia se evadido, mas receberam a informação de que ele estaria com um veículo GM Montana. Outra equipe que patrulhava o bairro, acabou interceptando o veículo e realizou a abordagem. No interior da Montana foi encontrado a faca que supostamente teria sido usada nas ameaças. Foi feito contato com a vítima, mas ela não teve interesse em representar queixa contra o marido. Ele ainda negou ter feito a ameaça. A faca foi recolhida e o homem orientado e liberado. O caso aconteceu próximo do terminal do Vila Angélica.

A outra ocorrência aconteceu por volta das 21:45hrs da noite de sábado, no qual teve um pedido de apoio ao SAMU na rua Paraíba. Uma Guarnição foi até o endereço e constatou que se tratava de violência doméstica. A vítima tinha um corte profundo na face esquerda e grande inchaço. A mulher relatou ter levado um soco de seu companheiro quando chegaram em casa, os dois discutiram e o homem teria caído na piscina da residência. Quando a vítima foi auxiliar na saída da piscina, pois ele estava com dificuldade por ter ingerido bebida alcoólica, ele desferiu um violento soco no seu rosto. Ela correu e pediu ajuda para um vizinho que ligou pedindo ajuda. Quando a equipe da saúde chegou no endereço e teve conhecimento do havia acontecido, fez contato com a GMA. O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por lesão corporal grave. A vítima segundo informações, precisou passar por cirurgia no Hospital do Trabalhador.

Em outra situação, um suposto agressor foi encaminhado à Delegacia de Polícia, depois da esposa ligar para a GM e relatar ter sido agredida pelo marido. Porém, na presença das autoridade policiais, a mulher resolveu não fazer o boletim de ocorrência oficial contra ele. Como a suposta vítima não tinha lesões aparentes, os dois, foram orientados pelo delegado e liberados.

Já na madrugada de domingo, uma ocorrência chamou a atenção da equipe da GMA. Um rapaz de 19 anos ligou na Central e solicitou uma viatura no Hipermercado Condor, do Costeira. Ao chegarem no local o rapaz relatou que ele havia agredido a companheira, uma adolescente de 17 anos, com quem tem um filho de apenas um mês. Ele, ainda, indicou o endereço onde ela estava que fica na rua José Czarnik, no bairro Costeira. Uma Guarnição foi até o endereço e constatou o fato. A adolescente falou que foi agredida com chutes e que o agressor bateu com sua cabeça contra uma janela, que teve os vidros quebrados com o golpe. A moça ainda se recupera da cesariana realizada no parto do bebê. Diante dos fatos e da vontade da adolescente em representar criminalmente contra o agressor, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado a delegacia de polícia civil. A mãe da menor a acompanhou na viatura policial até a delegacia.

Outra situação, também atendida pela GM, foi durante a madrugada de domingo. A central recebeu a ligação de uma mãe, moradora do bairro Tomás Coelho, dizendo ter medida protetiva contra seu filho, mas que ele tinha saído da prisão a poucos dias e estava a perturbando. Ele estava preso exatamente por prática de violência contra sua genitora. Uma Guarnição foi até a casa, mas antes da chegada da equipe no endereço ela ligou novamente falando que ele já havia saído do local. Os GMs fizeram patrulhamento na região, mas não encontraram o indivíduo. A mãe, foi orientada a ligar no 153 caso ele retornasse à sua residência.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.