Polícia

Mulher morre afogada depois de ser espancada pelo marido e jogada na piscina

O ano nem começou direito e o Paraná já registra mais um caso de violência brutal contra mulheres. O episódio, registrado no final da tarde de ontem em Matinhos, no litoral do Paraná, terminou com uma mulher de 25 anos espancada e jogada na piscina de uma casa no Balneário Inajá. O principal suspeito do homicídio é o marido da vítima, que tem 23 anos.

De acordo com a Polícia Militar, os dois (suspeito e vítima) eram moradores de Paranaguá e passavam o Réveillon com familiares na casa onde o crime ocorreu. A vítima foi encontrada morta na piscina e a causa preliminar de morte seria afogamento (o Instituto Médico Legal ainda irá confirmar isso na autópsia).

Chamou a atenção dos policiais que atenderam a ocorrência, contudo, ferimentos no crânio da vítima. O marido então foi preso e teria confessado que espancou a esposa e depois a jogou para morrer afogada na piscina da residência.

Revoltados, familiares e amigos da vítima passaram a agredir o rapaz de 23 anos. Com muito esforço, os policiais conseguiram fazer cessar as agressões e encaminharam o suspeito ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes. Após ser atendido, ele foi autuado em flagrante e encaminhado à delegacia. A tendência é que responda na Justiça por feminicídio.

Mais detalhes sobre o caso, como o que teria motivado as agressões, ainda serão investigados pela Polícia Civil.

 

Bem paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.