Paraná

Estado carrega nesta a nova parcela do Cartão Comida Boa

O Governo do Estado recarregou nesta terça-feira (25) a nova parcela do Cartão Comida Boa. Os R$ 80 destinados para a compra de itens de necessidade básica são recarregados automaticamente no cartão dos beneficiários, entregues em dezembro já com a primeira parcela liberada. O governo destina, somente neste mês, cerca de R$ 7,2 milhões para o pagamento do benefício a 90 mil famílias em situação de vulnerabilidade social.

Criado de forma emergencial, em 2020, para atender famílias afetadas pelas restrições da pandemia de Covid-19, o Cartão Comida Boa se tornou política pública permanente no final do ano passado. Ele atende famílias em situação de pobreza (que recebe até R$ 200 por pessoa por mês) ou pobreza extrema (até R$ 100 por pessoa por mês) e que não são atendidas pelo programa de transferência de renda do governo federal.

Os recursos do Cartão Comida Boa são do Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná (Fecop), com participação também, nos primeiros meses de execução, do Fundo para Infância e Adolescência (FIA), voltado para o pagamento das parcelas das famílias com crianças e adolescentes.

UTILIZAÇÃO 

O valor disponível no cartão pode ser utilizado para a compra de alimentos, produtos de higiene e limpeza e outros itens de necessidade básica nos estabelecimentos comerciais cadastrados, mas o benefício não pode ser sacado. Também está vetada a venda de cigarro e bebidas alcoólicas.

Parte dos beneficiários ainda não fez a retirada nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos municípios. Por isso, a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho está orientando que as pessoas mantenham atualizados os seus dados no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) ou procurem o Cras mais próximo. Também possível consultar se tem direito ao benefício através do site www.justica.pr.gov.br/comidaboa.

AEN

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.