Polícia

Homem mata cachorro de estimação e pendura no portão para tirar selfie; caso aconteceu no bairro Capela Velha

A Guarda Municipal de Araucária (GMA), prendeu um homem na tarde de domingo (21), por matar um cachorro de estimação, uma cadela preta de porte médio, e a pendurar no portão. O caso aconteceu na rua Pavão do bairro Capela Velha. Mas o que mais chamou a atenção dos moradores , foi o fato do homem pedir para que as pessoas tirassem fotos dele com a cachorrinha morta.

Após denuncias de moradores, uma equipe comando da GMA foi até o endereço e constatou a morte do animal. Os relatos dos moradores foi de indignação com a forma brutal que o homem matou o animal. Quando os GMs chegaram no local ele já havia saído, porém com as características passadas por testemunhas, logo após o encontraram e ele recebeu voz de prisão.

Por vontade própria, mostrou aos agentes uma selfie tirada por ele com o animal morto, mas negou que tenha matado o bicho, disse que a animal havia ingerido veneno. Testemunhas no entanto, afirmaram que o viram torturando a cachorra até a morte e que não é o primeiro animal que ele mata. Duas delas, inclusive, foram até a delegacia prestar depoimento na autuação em flagrante do homem pela Autoridade Policial.

Vale ressaltar que, por lei, maus tratos contra animais é crime, passível multa e detenção.

Fotos: celular de testemunha/do preso.

Redação com GMA

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.