Paraná

Universidade do Paraná fica em alerta após carta com ameaça de atentado

Uma carta com uma ameaça de “maior execução de alunos já vista em todo o mundo” encontrada no banheiro do campus Uvaranas, colocou alunos, professores e a direção da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) em alerta máximo.

Em nota, a assessoria da UEPG confirmou que a carta é verídica e que solicitou apoio da vigilância interna e de órgãos de segurança externos. “A Polícia Civil enviou dois investigadores que estão trabalhando no caso. As câmeras de segurança estão sendo analisadas para confirmar o fato e identificar a autoria”, destaca o comunicado da Universidade, ressaltando que agentes de segurança foram deslocados imediatamente até o campus para fazer vistorias. A nota informa que ameaças semelhantes já foram registradas em outras universidades brasileiras e estão sob investigação dos órgãos competentes. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta (21), reitor Miguel Sanches Neto pediu calma à comunidade acadêmica e agradeceu ao empenho dos agentes universitários e das polícias Civil e Militar. “Também vamos disponibilizar todos os nossos canais, inclusive um whatsapp, para quem tiver informações nos ajude”, disse ele.

O reitor da UEPG, o vice-reitor da UEPG, professor Everson Krum, e representantes das Polícias Civil e Militar concedem entrevista coletiva sobre as medidas adotadas nesta tarde.

Mais informações em breve

 

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Leia também

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.